Processo relativo aos No Name Boys – Parte II

Quando foi revelado o poder do Beto aqui, percebeu-se que o Benfica interessava-se por processos relativos aos No Name Boys. No processo em questão elementos dos No Name Boys eram acusados de tráfico de droga, ofensas qualificadas à integridade física, danos com violência, posse de armas brancas e de guerra, distribuição irregular de bilhetes, tráfico…

O Benfica oferecia bilhetes a um juiz, a um funcionário judicial e ao serviço das Finanças

Segundo noticia a revista Sábado, o Benfica ofereceu vário bilhetes para diversas pessoas que trabalham em cargos judiciais e nas finanças. Um dos bilhetes era para Júlio Loureiro, funcionário judicial, outros bilhetes eram para o Serviço de Finanças de Lisboa (5) e também para a Rita Abreu Lima, chefe de gabinete do ex-ministro da Administração Interna, Miguel…

Nuno Cabral recebeu convites no início de 2017

Novos e-mails foram revelados pelo site Mercado de Benfica. Nuno Cabral ainda recebia, no início de 2017, convites oferecidos por Paulo Gonçalves.

Este e-mail é só um apertitivo porque, certamente, que a caixa de correio da Ana Zagalo contém muito material, pois esta é responsável pela atribuição dos convites.

Ricardo Costa, o assessor jurídico do Benfica

Ricardo Costa já não precisa de apresentações, até já tem uma biografia no site (aqui). Francisco J. Marques revelou no programa Universo Porto da Bancada desta semana que o Ricardo Costa prestou serviços jurídicos ao Benfica, numa troca de e-mails com Paulo Gonçalves. O e-mail “regressoaopassado” Ricardo Costa usava um e-mail com o nome “regressoaopassado”…

Paulo Gonçalves queria agraciar o Sindicato dos Jogadores Profissionais

Através dos e-mails revelados pelo Mercado de Benfica, verifica-se que o Paulo Gonçalves queria oferecer bilhetes do Benfica ao Sindicato dos Jogadores Profissionais para “agraciá-los”, principalmente o Joaquim Evangelista, presidente deste sindicato. Agora gostaríamos de saber porquê que o Paulo Gonçalves precisava de agraciar o Sindicato de Jogadores. Joaquim Evangelista debita a cartilha do “deixem…