As medidas de coação da operação e-toupeira

As medidas de coação pedidas pelo Ministério Público (MP), para os detidos da operação e-toupeira foram os seguintes: Paulo Gonçalves: interditado de entrar no estádio da Luz e não pode contactar os restantes arguidos do processo. José Silva: O funcionário que enviou informações da investigação do caso dos e-mails fica em prisão preventiva. Mas, mesmo assim,…